Arquivo

Posts Tagged ‘governo do Japão’

Preços sobem moderadamente pela 1ª vez desde 2008 no Japão

Governo, em seu relatório econômico mensal nesta quarta-feira, evitou declarar vitória em sua batalha contra a deflação

Terceira maior economia do mundo cresce menos do que o esperado e enfrenta obstáculos de um iminente aumento no imposto sobre vendasO governo do Japão afirmou que os preços ao consumidor estão "subindo moderadamente", usando essa descrição pela primeira vez desde outubro de 2008, um sinal de que a economia está progredindo na direção de deixar para trás 15 anos de deflação.

O governo, em seu relatório econômico mensal nesta quarta-feira, evitou declarar vitória em sua batalha contra a deflação. Mas autoridades disseram que sinais de que altas de preços estão se espalhando justificam a descrição mais otimista.

A avaliação, após visão similar na terça-feira pelo banco central, acontece mesmo no momento em que a terceira maior economia do mundo cresce menos do que o esperado e enfrenta obstáculos de um iminente aumento no imposto sobre vendas.

Entretanto, o Escritório do Gabinete do Japão disse no relatório mensal que a economia está "se recuperando moderadamente", sustentada pelo consumo privado e retomada nos gastos de capital.

"O crescimento no quarto trimestre ficou abaixo da expectativa do mercado mas ainda excedeu a taxa de crescimento potencial do Japão, então é apropriado descrever a recuperação como moderada", disse uma autoridade a cargo de compilar o relatório.

A última vez que o relatório falou em preços ao consumidor subindo moderadamente foi em 2008, quando o Japão enfrentou uma inflação provocada pelas commodities.

Nesta quarta-feira, o governo afirmou ainda que a economia deve permanecer em tendência de recuperação, ao mesmo tempo em que citou riscos das economias externas e de qualquer declínio da demanda após o aumento do imposto nacional sobre vendas.

O governo melhorou sua visão sobre as exportações –refletindo o aumento nos embarques de carros para a Rússia e o Oriente Médio– dizendo que elas estão "estáveis". No mês passado, ele descreveu os embarques como "enfraquecendo".

O texto reitera relatórios anteriores ao reafirmar que o governo espera que o BC alcance sua meta de inflação de 2 por cento no mais rápido possível.
Fonte: Exame com Reuters

Governo do Japão eleva avaliação econômica

Relatório do governo aponta que os recentes movimentos do índice de preços mostraram que a economia está se aproximando de sair da deflação

Economia no Japão: relatório do governo informou que as elevações de preços recentes "indicam que a deflação está acabando."O governo do Japão divulgou há pouco o seu relatório econômico mensal, no qual elevou a sua avaliação da economia pela primeira vez em dois meses, afirmando que os recentes movimentos do índice de preços mostraram que a economia está se aproximando de sair da deflação.

No seu relatório econômico mensal de setembro, o governo atualizou seus pontos de vista sobre a economia, dizendo que "a economia japonesa está no caminho certo para estabelecer uma recuperação moderada". Além disso, o relatório informou que as elevações de preços recentes "indicam que a deflação está acabando."

Além disso, o relatório apontou que os investimentos de capital estão mostrando sinais de recuperação , principalmente entre as indústrias não manufatureiras.

A avaliação das exportações e do consumo privado, porém, foi rebaixada. De acordo com um funcionário do governo japonês, o ritmo nas compras de automóveis perdeu força, enquanto as exportações para a China, que estavam se recuperando rapidamente, voltaram a recuar. O membro do governo japonês acrescentou que, embora houvesse sinais de crescimento sustentável, a economia ainda não entrou totalmente em um ciclo "virtuoso."

O relatório econômico foi divulgado após a publicação de uma série de indicadores que sinalizaram que a economia japonesa está melhorando, incluindo dados que mostraram que a terceira maior economia do mundo cresceu a um ritmo mais rápido no segundo trimestre do que o estimado anteriormente. Muitos economistas disseram que o fato de Tóquio sediar os Jogos Olímpicos de 2020 vai dinamizar a economia do país. A cidade avalia que as Olimpíadas podem refletir um impacto econômico de 3 trilhões de ienes para a economia do país.

Na segunda-feira, o governo revisou para cima os seus dados do produto interno bruto (PIB) referentes ao segundo trimestre. A economia teria crescido 3,8% entre abril e junho e não 2,6% como publicado nas estimativas.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que vai tomar uma decisão final sobre o aumento dos impostos sobre vendas no início de outubro. De acordo com a imprensa japonesa, Abe teria pedido ao seu gabinete a elaboração de um pacote econômico para conter os impactos do aumento da taxa. 
Fonte: Exame com Estadão